na cabeceira

literatura & diarices

Eu odeio Margo Roth Spiegelman

Por seu descaso. Por sua mania de se achar o centro do mundo. Por não dar a mínima para ninguém. Por ser egoísta. Por ser tão parecida comigo que dói.

Ler Cidades de Papel, do John Green, foi dolorido. Cansativo. Um processo de "ler-vinte-páginas-largar-voltar-a-ler-dois-dias-depois-querer-dar…