na cabeceira

literatura & diarices

Por que eu odiei a 5ª temporada de Outlander

Dentre as séries de ficção histórica ainda em exibição, Outlander é possivelmente a maior delas. Com cinco temporadas completas, a trama de viagem no tempo e amor de Claire (Caitriona Balfe) e Jamie (Sam Heughan) sofreu seus altos e baixos, mas prossegue com a mesma qualidade técnica do início — e…

Permitindo o nada

Aceitar que eu sou uma pessoa só e não consigo fazer tudo talvez seja o meu maior desafio. Poderia facilmente ser chamada de workaholic, embora eu acho que o mais adequado seria dizer que eu sou simplesmente uma pessoa que gosta de estudar, aprender e fazer coisas novas. Mas quando estamos inserido…

Meu ano de descanso e relaxamento, de Ottessa Moshfegh

O sono é o seu superpoder — ao menos é isso o que o cientista do sono Matt Walker afirmou em uma palestra para o TED Talk. A palestra, que dura cerca de vinte minutos, afirma categoricamente que o sono não serve apenas para o descanso, mas literalmente pode significar a diferença entre a vida e a m…

Até quando Outlander usará estupro como recurso narrativo?

Embora seja uma das minhas séries preferidas e uma das mais bem-feitas da atualidade, Outlander possui um problema recorrente. Ao longo de cinco temporadas, a série não mediu esforços ao utilizar cenas de estupro como recurso narrativo. Seja para estreitar laços entre pares românticos, para causar …

Cara de poucos amigos

Eu me arrependo das mensagens que envio assim que aperto o enter. Tweeto coisas e logo penso que são ridículas. Meus impulsos gritam para apagar tudo o que posto, mas insisto em não dar ouvidos porque a vida seria insustentável caso me permitisse ser julgada por um público inexistente a cada pequen…