na cabeceira

literatura & diarices

Frankenstein, de Mary Shelley

Há quase dez anos, escrevi uma resenha sobre Frankenstein aqui no blog. Foi uma das primeiras resenhas que escrevi e foi péssima. (Também já foi tirada do ar, pois óbvio.) Eu não havia gostado do livro e não sabia escrever resenhas, então dá para imaginar o quão constrangedor aquele texto ficou. Pa…

Frida Kahlo e as cores da vida, de Caroline Bernard

Recentemente, li uma biografia romanceada sobre Frida Kahlo que foi trazida para o Brasil pela editora Tordesilhas em parceria com a TAG Inéditos: Frida Kahlo e as Cores da Vida, de Caroline Bernard. Originalmente lançado em alemão, o livro traz os momentos mais memoráveis da vida de Frida de form…

Crazy Ex-Girlfriend e o final feliz de Rebecca Bunch

Faz pouco mais de um ano que desliguei a televisão após terminar o último episódio da temporada final de Crazy Ex-Girlfriend. Durante esse tempo, questionei muitas vezes as decisões que levaram ao desfecho da série, me irritei, chorei um pouco e elogiei outro tanto a capacidade de Rachel Bloom e A…

É assim que se perde a guerra do tempo, de Amal El-Mohtar e Max Gladstone

Não sabia o que esperar quando iniciei a leitura de É assim que se perde a guerra do tempo (This is how you lose the time war no original). Mas existem alguns assuntos que me chamam a atenção imediatamente. Viagem no tempo é um deles. Eu amo histórias com enredos que misturam o passado e o futuro, …